30 março 2015

# VIvendo com menos

Vivendo com menos: Nãos

Olá.

Não é uma palavrinha mágica e necessária, aprender a dizer "não" é algo extremamente saudável, ao longo da vida, coletamos vários "dados e informações", ponderamos, analisamos experiências vividas e seus resultados e então obtemos uma opinião, uma espécie de "receita" para seguir. Nada errado até aí? Não é mesmo? Afinal, ninguém pode viver dizendo somente sim.

O problema está no outro extremo da corda: Nãos demais...


Quando uma criança faz careta de afirma: "Eu não gosto de brócolis." Por exemplo, qual a reação da maioria das mães? É dizer a famosa frase: "Como você sabe se nunca provou?". Sensato não? Agora me digam... Em que momento nós nos esquecemos disso? 

Quantas vezes você já afirmou que não gosta de algo, sendo que nunca experimentou? Façam as contas, é alarmante o número de vezes que optamos durante o dia, ou semana em não tentar nada novo... O problema não está no corte de cabelo novo, no sabor da comida ou na experiência nova, e sim na nossa incapacidade em sair da nossa zona de conforto. 

Pessoas flexíveis são mais felizes... Envelhecem melhor e de forma mais saudável. Mudar de ideia é sinal de inteligência e não o contrário.



O texto foi curto, eu sei, mas espero que todos se sintam encorajados a se arriscar mais, nas pequenas coisas cotidianas, um pouco de cada vez. Afinal muita vezes perdemos a oportunidade de fazer coisas incríveis, mascarando nosso medo e preguiça em justificativas do tipo: "Não gosto. Não é o meu estilo. Não usaria. Não comeria. Não faria esse passeio..." E por aí vai? Já aconteceu isso com vocês? Comigo acontece direto, o programa que eu menos quero fazer e acabo indo por insistência dos amigos, na maioria das vezes, é o mais divertido.

Me contem!

Bjos



9 comentários:

  1. É importante desafiarmo-nos a sair da nossa zona de conforto, porque isso ajuda-nos a crescer, a explorar novos caminhos e a viver momentos incríveis!

    Beijinhos, minha querida*

    ResponderExcluir
  2. Adorei o texto Carlinha, preciso muito por em prática isso!

    Beijo!

    ResponderExcluir
  3. adorei o texto, acho que devemos viver com a mente mais aberta e mais atentos a novas possibilidades e oportunidades

    www.tofucolorido.com.br
    www.facebook.com/blogtofucolorido

    ResponderExcluir
  4. oi Amoreca

    Muita gente nem raciocina e já diz não.. não quero...
    Não gosto.. não e não...
    Temos sim que aprender a dizer não, mas usar de sabedoria tb.

    bjokas =)

    ResponderExcluir
  5. Adorei o seu texto e confesso que concordo com ele.
    O que custa arriscar e provar novos sabores, novos rumos, novos mundos? O que custa tentar outras coisas?
    O não a gente deixa em último caso.

    M&N | Desbrava(dores) de livros - Participe do nosso top comentarista. São 3 ganhadores e você escolhe o livro que deseja ganhar.

    ResponderExcluir
  6. Como dizes bem as pessoas flexíveis são mais felizes. É importante saber aproveitar cada oportunidade com a mente aberta :)

    http://ummarderecordacoes.blogs.sapo.pt/

    ResponderExcluir
  7. Isso já aconteceu comigo. Insistir em dizer que não e no final das contas, o passeio ser um dos melhores haha
    www.iamcamilakellen.blogspot.com

    ResponderExcluir
  8. Eu adoro dizer um não.
    Sério.
    Veja bem, eu trabalho com atendimento e as pessoas estão acostumadas a ter as coisas de forma fácil e sempre querem dar um jeitinho e francamente, o "jeitinho" sempre acaba lascando alguém e sempre sou eu. Então dizer não é mágico.
    Concordo que ser flexível é vida e faz o dia a dia mais fácil de levar.

    Beijinhos,
    Aline Magalhães
    Sacola de Cores

    ResponderExcluir

Olá, amados! Vamos as regras...
Não tem regras, aqui você fala o que quiser...
Só leia o post ou assista o vídeo antes ;)
Lembrando que eu respondo os comentários, com muito carinho, aqui mesmo no blog, volte para dar uma espiadinha.

Follow Us @soratemplates