30 outubro 2012

# Dicas # Por aí...

Comprinhas no Paraguai!

Semana passada fui trabalhar em Ponta Porâ, fronteira com Pedro Juan Caballero no Paraguai, a fornteira é seca, ou seja, apenas uma avenida devide as duas cidades... Meu hotel era exatamente na esquina dessa avenida, de um lado Brasil, do outro Paraguai.
 
A diferença é vísivel, da janela do hotel dava pra reparar bem. Do lado do Brasil a cidade é até legal, do lado, do Paraguai, muda o trânsito, as roupas, trata-se de uma cidade pobre, onde de repente se ergue um shopping suntuoso, onde o povo vai comprar tudo aquilo que precisa e principalmente o que não precisa.
 
A cidade vive do turismo de compras e diga-se de passagem do tráfico de drogas. A polícia de ambos os lados da "fronteira" circula nas ruas, armados até os dentes... Existe a preocupação com a entrada de drogas no Brasil, assim como o contrabando de produtos, mas é óbvio que seria como represar um lago com algumas caixas de palitos de dentes.
 
Quando o dolar tá baixo, Juan Caballero se desenvolve, quando está alto, ela empobrece. Eu sei que no país que vivemos, também repleto de desigualdade, seguimos até amortecidos com toda discrapância social, mas dá um certo nó (levemente hipócrita, já que também fiz minhas compras) na guarganta, ver todo aquele "fuá" consumista brasileiro em contraponto com a realidade social do lugar e... Efim... Deu pra entender o que me deixou meio constrangida? O que parecia passar na cabeça deles: Idiotas fúteis, porém necessários...
 
O que eu comprei?
 
De maquiagem muito pouco, só o que precisava substituir, produtos que estavam acabando...

 
Primer Revlon Photoready 002
Esponja Fooofinha, rs...
Corretivo da Revlon  Color Stay (Fair)
Esmalte Magnético
Blush Jordana - Rouge eTawny Beige respectivamente

E o preço compensa?

Depende do dolar, eu comprei tudo em lojas do centro da cidade, não tive paciência (leia-se estômago) de entrar nos grandes Shoppings lotados... Mas é bem mais barato sim... Com os impostos de deixar o cabelo de pé, que temos aqui, é óbvio que compensa. Pra vocês terem uma idéia, eu comprei também um Sansung Galaxy que no Brasil custa 1000,00 por 360,00 reias.

E as falsificações?

É só procurar uma loja física legal, não faz ALOKA de comprar eletrônicos e perfumes na barraca do Juanito da esquina, né? A não ser que você queira um produto assim, mas não compensa, os perfumes da Marina de Borboun, que é a marca importada que eu mais gosto, por exemplo, custavam 69,00 reias cada um, aproximadamente, os vidros de 100 ml.

É isso, valeu a experiência.

Beijo e Queijo.

2 comentários:

  1. Sabe que eu sou louca pra ir no Paraguai fazer compras? Todo mundo diz que lá é o paraíso hahahaha.

    Eu já tive um blush desses da Jordana, até que achei bom.

    ♥ Blog Cerejas no Topo:
    http://www.cerejasnotopo.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nossa, flor, pra quem tem paciêcia pra andar, é muito legal... Tem coisas bem diferentes com preços legais.

      Bjos

      Excluir

Olá, amados! Vamos as regras...
Não tem regras, aqui você fala o que quiser...
Só leia o post ou assista o vídeo antes ;)
Lembrando que eu respondo os comentários, com muito carinho, aqui mesmo no blog, volte para dar uma espiadinha.

Follow Us @soratemplates