14 dezembro 2010

# Offline

Assuntinho chato.

Olá... Ai, minha gente, tô tão desanimada, mas tãaaaao desanimada. Vcs sabem que esse ano foi difícil pra mim no quesito saúde, nada grave (Graças a Deus!!!), mas ocorreram pequenas coisinhas o tempo todo... Quem acompanha o blog sabe, e pra pessoa aqui que não costumava pegar nem gripe, e que comia feito um avestruz, ter crises de enxaqueca e dores de estômago é apavorante, sério mesmo, devo estar desenvolvendo alguma síndrome, neurose e etc... Só penso em doença, tenhos idéias do tipo: "O que será que vai me doer hj?" "Será que alguma coisa vai cair sobre a minha cabeça ou vou "detonar" outro dedo". Aí, me sinto culpada: "O que são pontos no dedo da mão, enquanto têm pessoas morrendo de coisas realmente graves... "
E aí, começa um circulo vicioso de pensamentos.

Não gosto mais de fazer as coisas que gostava... Nem sei mais do que eu gosto, perdi minha identidade pra essa nova pessoa doentinha, cheia de dores e preocupações a cerca das mesmas.

Prontofalei!!!

Tirando o blog e o meu trabalho, não tenho mais prazer em nada e vcs sabem que sempre fui deslumbrada com as florzinhas, com os passarinhos... Pequenas coisas do cotidiano. Mas essa era a pessoa de antes, a de hoje vive num mundo completamente nublado, disfocado, sem cor.

Vcs se lembram desse filme? "Pleasantville - A vida em branco e preto."

Preciso colorir, de uma janela pra colocar a cabeça e respirar!

Se tomarei providências? Mas é claro que sim... Só não sei por onde começar. Mas estou tentando descobrir.

Chega de reclamar!!!
Comecei esse post para fazer uma resenha...
E virou isso.

A resenha fica para amanhã.

Bjos

16 comentários:

  1. Blog é tbm pra desabafar né...Espero que 2011 seja um ano cheio de saúde e vigor pra vc!!!! Bjãoooooooooo

    ResponderExcluir
  2. Carlinha, eu posso dizer que estou passando/passei pela mesma coisa. Sempre fui uma pessoa muito divertida, animada, saudável. De repente, virei uma bruxa, desanimada, toda cheia de dores e MUITO mau humor. Demorei muito pra constatar e que era meu emprego que me fazia mal, cada dia pra levantar era um chororo. Demorei, mas consegui sair do emprego, hoje to em casa, tentando voltar a ser quem eu era. Mas, é horrível se sentir perdida dessa forma, vc sabe que não é vc, mas vc não sabe o que fazer. Mas, eu percebi também que isso pode ser apenas uma fase, minha mãe disse que passou por várias dessas, são etapas da nossa vida onde nós estamos amadurecendo mais. Sei lá, mas pode ser.

    Força tá?
    Vai passar! =) Na dúvida, se dedique 100% ao que te faz sentir bem.

    Beijos

    ResponderExcluir
  3. OI Carlinha, eu não sei se pode te ajudar, mas eu estava entrando num buraco semelhante. Estava sem energia para nada, desestimulada, entregando o jogo. E me sentia culpada por isso, ainda mais com filho que exige uma atenção que eu não tinha para dar. Resolvi que tinha que fazer algo a respeito. A princípio entrei em contato com uma amiga de blog, por e-mail. Ela começou a me ajudar. Me dei conta que o problema exigia energia real e fui em busca de uma amiga de carne e osso, que veio em meu socorro. Uma tarde de bate papo começou a amenizar as coisas, daí para iniciar o processo de melhora foi um passo. Ainda não estou 100%, mas estou no caminho. Sei lá, se puder te ajudar... E se quiser conversar, fique à vontade para me escrever, ou procure uma amiga com quem se identifique. Não feche a concha. Beijos.

    ResponderExcluir
  4. Oi Carlinha,
    Eu não assisti este filme e espero que vc melhore. Eu passei por um inferno astral que durou uns 10 anos, e não estaria viva se não fosse o meu marido. Eu não gosto de dar entrevistas pq a primeira pergunta que fazem é pq vc montou um blog, e eu montei um blog para que eu mesma soubesse que eu não sou apenas a doença, que eu gosto de muitas coisas.
    Espero que esta fase passe e que o blog ajude, pois tenho certeza que vai ajudar.
    Bjkas e boa noite.

    ResponderExcluir
  5. Ahhh Carlinha, não fica assim não! Tem épocas em que realmente tudo perde a cor, mas temos que buscar meios para nos alegrarmos! Não deixe esses pensamentos ruins ocuparem sua cabecinha...esse ano tb não foi nada fácil pra mim, mas não podemos desanimar!
    Estou aqui para te "ouvir" sempre que precisar,
    vc é uma pessoa muito especial que merece ser muito feliz!
    Bjs
    Dani

    ResponderExcluir
  6. Carlinha, não sou muito diferente de vc. Tenho pavor de doença e tem dias em que me abato de verdade, caio mesmo, fico imaginando o que pode ser isso ou aquilo, que eu posso ficar doente e deixar meu filho desamparado.Mas olha, o que me ajudou muito em uma época meio conturbada foi a terapia, é uma delícia, vc ter com quem conversar sobre esses assuntos.
    Bjo

    ResponderExcluir
  7. Carla, qualquer doença, por menos grave que seja, sempre nos tira um pouco a cor da vida, sei disso muito bem e entendo vc dizer que perdeu um pouco a graça das coisas pois comigo também foi e é assim. Mas não se deixe abalar, procure ajuda profissional se for o caso, mas não deixe essa tristeza se tornar depressão.
    Te desejo melhoras e dias mais coloridos!!!

    Beijos

    ResponderExcluir
  8. Oi Carlinha,
    Eu não assisti este filme, depois vou procurar aqui mais sobre ele no google. Agora sobre vc ficar pensando que coisas ruins vão acontecer! Tenta mudar o pensamento flor porque se não vc pega uma depressão! Vou ligar pra minha mãe e pedir pra ela te colocar nas orações dela ;) Fica com Deus e se cuida pra ficar maravilhosa pra nós viu?

    ResponderExcluir
  9. Carlinha...não se deixe abater, menina!!!! Seja mais vc, levante da cama e tente substituir esses pensamentos negativos por sentimentos positivos...vc consegue, é um exercício!! Temos essas fases, mas precisamos sair delas, de cabeça erguida...sorte!!!! Beijos

    ResponderExcluir
  10. Carlinha pode parar já, uma menina linda dessa, com este astral?Não ,não, problemas, todos nós temos, vc teve alguns probleminhas de saúde, mas nada grave, para de ficar somatizando é pior, cabeça erguida, aproveite o ano que está entrando e vida nova viu?Bjs, Va.

    ResponderExcluir
  11. CARLINHA, CONCORDO COM A VA!
    PARE COM ESSE ASTRAL, HEIN?

    TORÇO MUITO POR VC!!!

    =**

    ResponderExcluir
  12. Cau, tenha fé que td vai melhorar! Ano novo e tudo novo...pra melhor! bjo grande

    ResponderExcluir
  13. Oii Carlinha, acho que todo mundo se sente assim de vez em quando né? o importante é a gente nã oficar de braços cruzados esperando a depressão chegar... bola p/ frente que atras vem gente, que tal começar com um sorrisinho??? amanhã vai um dia muito melhor que hoje e assim por diante, vamo acreditar que tudo vai dar certo!! força na peruca!!!
    beijão
    www.sermulhereomaximo.com.br

    ResponderExcluir
  14. Carla queridona!!!

    Seguinte, isso chama-se DEPRESSÃO! e é um assunto muito sério!Recomendo de coração que vc. procure um psiquiatra bem legal, que possa te ouvir e te medicar! Veja, tenho formação em psicologia e atuei muito tempo na área antes de escolher ser empresária! Sei do que falo pois, além de atender, passei por isso na pele, e como sempre achei que mulheres fortes como eu tinham que aguentar tudo,não percebi isso no início e acabei tendo crises de pânico por conta de não cuidar da minha saúde como faço com a dos outros! Então, que tal começar o ano de 2011 redescobrindo a Felicidade!Permita-se cuidar de si mesma!Um ou dois dias triste todo mundo tem, mas quando a coisa vai ficando sem cor direto, tem que pedir ajuda!e tratar com seriedade!Então, Carlinha, vai cuidar um pouco de você guria!e um ANO DE 2011 COLORIDO E RECHEADO DE BENÇÃOS E ALEGRIAS PRA VOCÊ! com carinho DENISE MAURICIO
    www.denisemauricio.com.br

    ResponderExcluir

Olá, amados! Vamos as regras...
Não tem regras, aqui você fala o que quiser...
Só leia o post ou assista o vídeo antes ;)
Lembrando que eu respondo os comentários, com muito carinho, aqui mesmo no blog, volte para dar uma espiadinha.

Follow Us @soratemplates