19 abril 2010

# Artes # Dudidudidudi

Mary and Max.


Eu particularmente adoro animação feita com massinha, passava horas, quando criança, assistindo na TV Cultura  os "desenhos" de massinha.

Mary e Max é uma animação desse tipo que estreou em São Paulo, Rio de Janeiro, Brasília, Salvador e Porto Alegre, apenas em cópias legendadas, na última sexta (16). Ainda não assisti, mas estou curiosa.

Texto abaixo por Alysson Oliveira, do Cineweb.

Na animação "Mary e Max - Uma amizade diferente", os protagonistas são duas pessoas um pouco diferentes, mas com algumas coisas em comum - e isso não tem nada a ver com o fato de serem de massinha.

Mary (na voz de Bethany Whitmore) é uma menina australiana que não tem o amor ou a atenção dos pais. Ela é muito solitária e por isso seu único amigo é um galo. Já Max (dublado por Philip Seymour Hoffman) é adulto, mora do outro lado do planeta, em Nova York, e "gostaria de morar na Lua, para não ter contato com as pessoas".

Apesar da distância e das peculiaridades de cada um, Mary e Max tornam-se amigos por correspondência. A troca de cartas começa meio a contragosto por parte do norte-americano, que não quer de forma alguma relacionar-se com outras pessoas. Mas a menina é insistente e surpreendente. Em uma de suas primeiras cartas, pergunta de onde vêm os bebês.

Aos poucos a amizade floresce, nos moldes de "Nunca te vi, sempre te amei" (1987), apenas pela troca de cartas. O filme acompanha alguns anos das idas e vindas das correspondências e na vida dos dois personagens.

Ambos são marginais, no sentido de nunca se encaixarem em um padrão e por isso viverem solitários e, até certo ponto, infelizes. A Austrália de Mary é sempre acinzentada, enquanto a Nova York de Max, tem tons de marrom.

Filme vai da comédia à melancolia

Mary vai à escola, onde é esnobada, mas ainda assim, enquanto cresce, encontra o seu lugar no mundo. Namora e casa com o garoto por quem é apaixonada, tem um filho e também se forma em medicina. Quando a personagem entra na adolescência, passa a ser dublada por Toni Collette.
O futuro não é tão promissor para Max. Ele fica cada vez mais isolado e tem sérias variações de humor - o que, às vezes, é prejudicial à correspondência -, sintomas que ele detecta mais tarde serem parte de uma síndrome de Asperge.

Escrito e dirigido por Adam Eliott, "Mary e Max" começa como uma comédia bizarra e caminha, até sua conclusão, rumo a um drama melancólico.

Seus temas e a forma como são abordados deixam claro que não se trata de um filme para o público infantil. Mas também parece não encontrar totalmente seu tom para dirigir-se ao público adulto. Afinal, fica num meio termo que, embora bonitinho, às vezes parece uma piada esticada demais.
Quando as situações começam a repetir-se, Eliott parece perder um pouco a mão e nunca reencontra o que havia de bom da primeira parte do filme - meio obcecado, agora, mais com o que há de excêntrico em relação a Mary e a Max do que com seus aspectos humanos.

Eliott, que ganhou um Oscar e um prêmio no Anima Mundi por seu curta "Harvie Krumpet", também assina o desenho de produção de "Mary e Max". Ele fez seu filme inteiro na técnica stop-motion, em que cada cena é fotografada quadro a quadro, como, por exemplo, os filmes dos personagens Wallace e Groomit. Em seu primeiro longa, embora bonito e bastante melancólico, o animador parece não saber ao certo a que público o filme se destina.



Bjos

17 comentários:

  1. Que bacana, sempre gostei tb de animação feita com massinha.

    PS: Tem novo post lá no Blog, passa lá.

    Beijihnos "Cor-de-Rosa"!

    ResponderExcluir
  2. que gracinhaaa! Adorei!

    bjos,
    Luana

    belasperolas.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. eu adoro animação de massinhaa *.*
    acho muuito fofo ;D

    ResponderExcluir
  4. Eu tb gosto de animação de massinha!!
    Vc viu Coraline? Adoro!
    Bjs

    ResponderExcluir
  5. ai que graciha..tbem quero ver!Adoro animação!Bjos boa semana!

    ResponderExcluir
  6. Então, Flávia, não vi... Mas várias pessoas já disseram que é muito bom!

    Bjos Flores....

    ResponderExcluir
  7. Quero muito ver! Nem vi o trailer para não estragar a surpresa!

    ResponderExcluir
  8. aii que gracinha!!!! mto fofo!!!
    carlinha eh all star sim... na vdd eh converseneh... comprei la na gringa!!!

    beijocasssss

    ResponderExcluir
  9. Carlinha,

    Assisti no domingo....e a animacao e bem isso....vai da comedia a melancolia....ha muitas satiras no filme e abordam temas como alcoolismo, sindromes, homossexualidade, mentiras que os pais contam para as criancas, traumas que ocorrem na infancia tambem, carencia e a busca pelos nossos ideiais.

    Eu gostei!

    Bjs
    Van

    ResponderExcluir
  10. Oi Carlinha eu acho super fofo animação de massinha '
    amava assistir ' :D

    tem selinhos lá no blog pra vc '

    espero que goste^^


    :D

    Bjos '

    http://espetaculoosa.blogspot.com

    ResponderExcluir
  11. Fiquei com vontade de ver! O final é triste? Espero que não...

    ResponderExcluir
  12. Oi!
    Ai eu estava pra passar por aqui faz tempo, me perdoe pela demora! É que estou em época de provas e entrega de trabalhos na facu, então tá uma correria danada!
    Mas sobre a vacina: fiquei com o braço dolorido, mas creio que não teve nada a ver com a vacina em si, acho que foi mais pelo 'jeito' da enfermeira, e também nem senti mais nada além disso!

    Sobre seu post agora.. eu amaaaava os desenhos de massinha da cultura! Viajaava vendo eles rs esse realmente deve ser bom!
    Beijoo

    ResponderExcluir
  13. Eu tb adoro animação.
    Gostei da proposta desta animação, quero ver tb.
    Bjos

    ResponderExcluir
  14. Ahh adoro!!! sou fã de animação em todos os estilos, mas as de massinha são obras de arte... fico só imaginando o tamanho do trabalho!!

    Vu procurar esse para assitir, parece ser lindo *-*

    Brigad apela dica!

    beijinhos mil

    Por Sami

    ResponderExcluir
  15. Oi! Então, vc deixou um comentário no blog, mas como foi na postagem da tabela de frete, eu fiquei viajando, sobre qual produto vc perguntou!
    :)))
    bjsss

    ResponderExcluir

Olá, amados! Vamos as regras...
Não tem regras, aqui você fala o que quiser...
Só leia o post ou assista o vídeo antes ;)
Lembrando que eu respondo os comentários, com muito carinho, aqui mesmo no blog, volte para dar uma espiadinha.

Follow Us @soratemplates